19 de Julho de 2021, 11h:18 - A | A

Nacional / NEGOU CORRUPÇÃO

Bolsonaro se defende: “Todo mundo sabe que Brasília é paraíso de lobistas”

Também falou sobre a CPI da Covid e defendeu o voto impresso

PODER 360




Na saída do hospital onde estava internado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou neste domingo (18.jul.2021) que não há corrupção em seu governo. Ele se defendeu de acusações feitas na CPI da Covid de que o Ministério da Saúde tenha feito negociações irregulares de vacinas.

“Todo mundo sabe que Brasília é o paraíso dos lobistas. Vocês da mídia nos pressionavam por vacinas. Então muitas pessoas foram ouvidas lá no Ministério da Saúde. Se fosse algo secreto, superfaturado, eu estaria dando uma entrevista? Além dos filtros do Ministério, tem a CGU e o TCU. Não tem como você fraudar no nosso governo”, afirmou.

Para ele, as acusações de corrupção vem de “pessoas que não tem credibilidade nenhuma”. “É motivo de orgulho pra mim que nenhum desses contratos não deram mais que um passo depois que foi apontado que existiam irregularidades”, disse para jornalistas na saída do hospital.

Bolsonaro recebeu alta depois de 5 dias internado no hospital Vila Nova Star em São Paulo.

“Se aparecer corrupção no meu governo, vou ser o 1º a buscar maneiras de apurar e deixar na mão da Justiça para que seja punido esse possível responsável. Estamos há 2 anos e meio sem corrupção, parece que alguns estão com saudades”, disse.

O presidente ainda comentou sobre o projeto de lei 135/19 que tramita na Câmara. A PEC estabelece inclui a determinação de que durante as eleições uma cédula seja impressa para verificação. “Não entendo por que não querem o voto auditável, por exemplo. Será que esse voto eletrônico é usado no mundo todo? É tão confiável assim? Por que essa briga? Nós queremos transparência nessas eleições. Não existe eleição sem transparência, isso é fraude. Não queremos isso”.

Bolsonaro criticou a atuação da CPI da Covid. Segundo ele, o foco da Comissão está em fazer acusações e questionar sua autonomia na nomeação de ministros e não em encontrar soluções para o combate à pandemia.

“Por que criminalizar qualquer possibilidade de alternativa ou remédio? Será o peso da indústria farmacêutica? A CPI da Covid fica o tempo todo me acusando de corrupção por algo que eu não comprei e não paguei. É todo dia uma narrativa diferente, a CPI da Cloroquina, do Gabinete Paralelo. Agora tem que buscar uma solução e não buscar um inferno. Querem derrubar o governo? Já disse, só Deus me tira daquela cadeira”.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER