03 de Agosto de 2021, 08h:58 - A | A

Nacional / CONTRA IMPOSTO

Bolsonaro, sobre taxar grandes fortunas: “É crime ser rico no Brasil?”

Presidente também critica governos anteriores e empréstimos concedidos pelo BNDES

PODER 360




O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta 2ª feira (2.ago.2021) que não apoiará proposta de taxar grandes fortunas no Brasil. Ao falar sobre governo de esquerda, o presidente também criticou “escolhas erradas, populistas, demagógicas” e que “vendem ilusões“.

“Dividir riqueza e renda? Alguém conhece algum empresário socialista? Algum empreendedor comunista? Alguns querem que eu taxe grandes fortunas. É um crime agora ser rico no Brasil? A França há poucas décadas fez isso; o capital foi para a Rússia”, disse no evento de lançamento do Programa Água nas Escolas.

Na semana passada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi criticado por Ciro Gomes, pré-candidato a presidente, também por conta da proposta de taxar grandes fortunas. Gomes afirmou que “não há mais dúvida que Lula vai continuar protegendo os mais ricos, como fez em seu governo”.

Nesta 2ª feira (2.ago), Bolsonaro iniciou seu discurso criticando governos anteriores.

“O que acontecia com nosso Brasil no passado? A quem servia o BNDES, o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal? A que propósito? Aos donos do poder da época”, disse.

Bolsonaro criticou ainda o destino de recurso públicos em gestões anteriores e os empréstimos concedidos pelo BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) à empresa JBS. O chefe do Executivo afirmou que o banco concedeu “empréstimo casado” de R$ 9 bilhões para a companhia que teria repassado parte do valor para partidos políticos.

O presidente repetiu ainda que pediu ao presidente do BNDES, Gustavo Montezano, uma relação do dinheiro enviado ao exterior por meio de empréstimos. Bolsonaro também fez críticas aos governos da Venezuela e da Argentina. 

Segundo ele, a “a elite argentina já deixando o seu país”, como fizeram refugiados da Venezuela para vir ao Brasil. EVENTO Nesta 2ª feira (2.ago), o presidente assinou acordo de cooperação técnica para iniciativa que levará água a escolas públicas do Nordeste por meio da implementação de cisternas. O programa é uma parceria entre o Ministério da Cidadania, o BNDES e a Fundação Banco do Brasil..

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER