13 de Agosto de 2021, 14h:00 - A | A

Nacional / INQUÉRITO CONCLUÍDO

Caso Joice: Kakay diz que confia no trabalho da Polícia Civil

Polícia Civil do Distrito Federal concluiu que Joice Hasselmann sofreu “queda da própria altura” e descarta agressão

METRÓPOLES




Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, advogado da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), disse, nesta sexta-feira (13), confiar nos trabalhos técnicos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), após a conclusão do inquérito.

A corporação concluiu que a deputada sofreu uma “queda da própria altura no episódio em que alegou ter sido vítima de um atentado.

“A defesa reitera a confiança no trabalho técnico da polícia, sendo certo que a deputada sempre se colocou à disposição para contribuir para o descobrimento da verdade”, assinala Kakay, em nota.

O advogado ressalta ainda que, “de qualquer maneira, o episódio serviu para discutir a segurança nas residências oficiais”.

Como revelou o Metrópoles, as investigações da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) apontaram que o acidente teria ocorrido, possivelmente, em decorrência de efeitos de remédios para dormir.

Os investigadores concluíram que “não se evidenciou quaisquer elementos que apontassem para a prática de violência doméstica ou atentado/agressão por parte de terceiros”.

Segundo a PCDF, o procedimento foi encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. O caso tramita em segredo de Justiça.

Joice sofreu cinco fraturas no rosto e uma na costela, além de alguns cortes pelo corpo.

Segundo a versão da parlamentar, ela estava assistindo a uma série em sua cama, no apartamento funcional que usa em Brasília, na noite de 17 de julho, quando “apagou” e só acordou 7 horas depois, sobre uma poça de sangue, sem se lembrar do que tinha acontecido.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER