25 de Julho de 2021, 10h:30 - A | A

Nacional / DEMOCRACIA AMEAÇADA

Ex-ministro da Defesa diz que Bolsonaro “não tem condição” de dar golpe

Para Aldo Rebelo, agenda do voto auditável é “agitação de superfície”

PODER 360




Ex-ministro da Defesa do governo de Dilma Rousseff, Aldo Rebelo disse em entrevista à Rádio Bandeirantes neste sábado (24) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “não tem condição de liderar um golpe” no Brasil. Segundo o ex-ministro, a democracia não está ameaçada pelos militares, uma vez que a maioria deles se preocupa em exercer apenas sua função.

“A imensa maioria quer cuidar da sua função de defesa, querem ser bons oficiais, bons marinheiros, bons pilotos. […] Não acredito em risco de golpe, acho que isso é uma agenda para distrair o país das coisas essenciais”, disse Rebelo.

Para ele, Bolsonaro não tem mais liderança para qualquer tipo de “aventura”. Aldo Rebelo afirmou ainda que a agenda do voto auditável é uma “agitação de superfície” e que haverá eleições no Brasil de qualquer jeito, citando fala do vice-presidente da República Hamilton Mourão.

“Ele [Bolsonaro] está tendo que enfrentar muitas dificuldades, tendo que entregar o governo dele ao Centrão, e vai resistir para se manter no governo. Ele não tem condições de liderar golpe de coisa nenhuma“, declarou.

“Eu fui ministro da Defesa. Conheço os militares brasileiros. A maioria quer cuidar da sua tarefa, do seu ofício”, disse o ex-ministro.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER