11 de Julho de 2021, 14h:00 - A | A

Nacional / REFORMA ADMINISTRATIVA

Guedes nega que governo acabará com estabilidade dos servidores

"Não é verdade", disse o ministro ao comentar reforma administrativa. Cada carreira exclusiva de Estado definirá qual o método de avaliação

METRÓPOLES




 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou nesta quarta-feira (7/7) que os atuais direitos dos servidores públicos não serão alterados com a reforma administrativa. Durante uma audiência pública que discutia a proposta do governo, Guedes disse que “não é verdade” que será acabada a “estabilidade” dos servidores.
O ministro defendeu medir a qualidade do serviço público e disse que isso “não é perseguir funcionários”. “Os servidores juntos são como um time, você quer ganhar o jogo; o próprio time é que avaliando vai dizer: esse eu não recomendo que ganhe a estabilidade”, afirmou.
No seu planejamento, cada carreira exclusiva de Estado definirá qual o método de avaliação. “Os atuais servidores vão criar padrões ainda melhores”, disse Guedes.
O chefe da pasta econômica tem discutido o texto com o relator da reforma administrativa, deputado Arthur Maia. Segundo o ministro, Maia trouxe alguns pontos que não lhe pareceram interessantes. “Uma foi sobre a classificação de funções típica ou exclusiva de Estado. Outra observação importante foi sobre os cargos comissionados”, afirmou Guedes.

Outra questão que o ministro quis frisar foi é a de que a reforma administrativa não é a que esperava.“Cheguei com ideias muito mais ambiciosas, mas fui aprendendo”, lamentou.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER