10 de Outubro de 2021, 09h:58 - A | A

Nacional / "NÃO POSSO OBRIGAR"

Queiroga critica uso obrigatório de máscaras e compara a preservativos

Ministro apontou que não pode obrigar as pessoas a usarem preservativos em relações sexuais.

CONEXÃO PODER




Em declaração polêmica sobre o uso obrigatório de máscaras faciais, como medida de prevenção à covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga fez uma comparação com o uso de preservativos.
Ao criticar o uso obrigatório, Queiroga apontou que não pode obrigar as pessoas a usarem preservativos em relações sexuais.

“Tem que acabar com essa narrativa. Nosso problema não é a máscara (...) Preservativos diminuem doenças sexualmente transmissíveis, mas vou fazer uma lei para obrigar as pessoas a usá-los? Imagina”, declarou.
As informações são do site Jornal de Brasília  (Leia mais)

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER