08 de Setembro de 2021, 20h:00 - A | A

Nacional / APÓS EMEAÇA

TCU pede afastamento de presidentes da Caixa e BB

O subprocurador teria se baseado no discussão entre os presidentes dos bancos públicos e a Febraban na última semana

JORNAL DE BRASÍLIA




O subprocurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU), Lucas Furtado, pediu o afastamento temporário dos presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, e do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro.

O subprocurador teria se baseado no discussão entre os presidentes dos bancos públicos e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) na última semana, quando os dois bancos ameaçaram deixar a federação.

A ameaça foi realizada após a federação anunciar a publicação de uma nota em defesa a democracia. Os presidentes dos bancos acreditavam que o comunicado seria crítico ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo Furtado, houve abuso de poder de Guimarães e Ribeiro, além de “claro posicionamento político” dos dois. Ele pede para que os dois sejam afastados dos cargos até a decisão do tribunal sobre a questão.

“(…) seja adotada medida cautelar determinando o afastamento tanto do presidente da Caixa Econômica Federal, Sr. Pedro Guimarães, como o do Banco do Brasil, Sr. Fausto de Andrade Ribeiro, uma vez que demonstraram que o motor das decisões na condução das instituições que dirigem possui forte viés político, em afronta ao esperado zelo pelo interesse público e não do governo de plantão “, escreveu o subprocurador.

 

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER