20 de Outubro de 2022, 16h:30 - A | A

Poderes / DERROTADO NAS URNAS

Emanuel ironiza e diz que seu grupo saiu vitorioso: "Respeitem o Nenéu que o povão tá comigo"

APARECIDO CARMO
DAFFINY DELGADO



O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), defendeu que o seu grupo político saiu vitorioso das eleições de 2 de outubro, apesar da derrota, em primeiro turno, de sua esposa, Márcia Pinheiro (PV). A declaração foi feita aos jornalistas na manhã desta quinta-feira (20).

Quando perguntado sobre a posição do seu grupo de aliados após a derrota da esposa, o prefeito da Capital tirou do bolso uma lista com a relação de candidatos que, segundo ele, foram derrotados porque decidiram atacar Pinheiro e sua família.

  Segundo o chefe do Executivo Municipal, os candidatos Dilemário Alencar, Vereador Tenente-Coronel Marcos Paccola, Marcelo Bussiki, Vereador Sargento Joelson, Vereador Eduardo Magalhães, Felipe Wellaton, Aécio, Pastor Jeferson, Gisela Simona, Gilberto Figueiredo e Julier foram derrotados porque “escolheram o ódio, a perseguição” contra o chefe do Palácio Alencastro.
“Dançaram. Perderam no voto e estão perdendo mais ainda. A oposição à Emanuel Pinheiro está definhando”, caçoou o prefeito.

 

 Além disso, o prefeito destacou os nomes que só conseguiram sair vitoriosos porque decidiram mudar de estratégia e deixaram de atacar Emanuel Pinheiro. Seriam eles Diego Guimarães, Abílio Brunini e Fábio Garcia.

 

 Ele ainda fez questão de ressaltar as vitórias dos seus aliados, especialmente aqueles que se aproximaram do seu filho, o deputado federal reeleito Emanuelzinho (MDB) para obter bons resultados na baixada cuiabana.

 

 “Emanuelzinho; Juca do Guaraná; Elizeu Nascimento, que largou [o lado de] lá e veio compor com Emanuelzinho; Fábio Tardin da Várzea Grande, que fechou com Emanuelzinho em Cuiabá e Várzea Grande; Carlos Avallone, que perdeu todas as eleições na vida, junto com Emanuelzinho, lá em casa, fizemos o acordo e ganhou a primeira, inclusive com votação muito boa em Cuiabá; Botelho e Júlio Campos que grudaram em Emanuelzinho para ter mais votos em Cuiabá e Várzea Grande, mas esses dois tem voo próprio”, disse.

“Então, respeitem o Nenel da Capital do Estado de Mato Grosso, respeitem, façam oposição, mas façam oposição com responsabilidade. (...) Respeita o Nenel que o povão tá comigo e tá aqui o resultado das urnas”, concluiu.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER