26 de Dezembro de 2022, 10h:33 - A | A

Poderes / DUPLICAÇÃO DA BR-163

Gallo lista trechos prioritários e diz que Governo vai adiantar obras, que só iniciariam em cinco anos

MT PAR vai assumir a concessão da rodovia e fazer a duplicação da pista.

APARECIDO DO CARMO
DO CONEXÃO PODER



O secretário de Fazenda, Rogério Gallo, afirmou que o MT Par deve assumir o controle da BR-163 no início de 2023 para o início das obras de duplicação de trechos prioritários da rodovia.

De acordo com ele, a previsão é de as obras desses trechos prioritários, que compreende a Rodovia dos Imigrantes, entre Cuiabá e Várzea Grande; do Posto Gil a Nova Mutum; e travessias urbanas de Luas do Rio Verde e Sinop, sejam concluídas em oito anos.

 

 O secretário frisou, porém, que o Estado está antecipando obras que só aconteceriam em cinco anos.

 

 A concessão da BR-163 feita com a Odebrecht Transport, por meio da Concessionária Rota do Oeste, não obteve os resultados previstos e prometidos pela empresa, como a duplicação. Para resolver o problema, o Governo do Estado sugeriu que a MT-Par,  comprasse a participação da Odebrecht. O processo foi autorizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

 

 “Quantas vidas perderíamos aí nesses cinco anos sem os investimentos que o Governo vai fazer de modo imediato? Isso também sensibilizou o TCU quando o Governo do Estado demonstrou ter condições de colocar R$ 1,2 bilhão de caixa próprio nesse projeto, o que nenhum outro privado tinha feito até o momento”, disse.

Conforme Gallo, a projeção é de que somente no ano que vem, o MT Par invista R$ 540 milhões em obras na rodovia.

Para isso, entretanto, foi necessário alterar a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2023, já aprovada na Assembleia Legislativa. A agilidade dos deputados estaduais na aprovação vai garantir abertura do ano fiscal do Governo em janeiro, sem nenhum atraso.

 

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER