03 de Agosto de 2021, 07h:33 - A | A

Poderes / ASSASSINATO NO ALPHAVILE

Juiz mantém no Pomeri a atiradora que matou Isabele

Detenção por ato infracional da menor é revista a cada seis meses. Decisão é da 2ª Vara da Infância e Juventude de Cuiabá.

DA REDAÇÃO




O juiz Túlio Duailibi Alves de Souza, da 2ª Vara da Infância e Juventude de Cuiabá, manteve a internação da adolescente acusada de assassinar a amiga, Isabele Guimarães, 14 anos, em julho de 2020. O crime aconteceu em uma casa no Condomínio Alphaville I, em Cuiabá.

A decisão foi confirmada ao #reportermt, porém, a íntegra da análise do magistrado segue em sigilo, por se tratar de menor de idade.

A adolescente foi condena ainda em janeiro deste ano a cumprir 3 anos de internação, pelo ato infracional análogo a homicídio. A pena, no entanto, é revista pela Justiça a cada seis meses.

 

Relembre o crime

Isabele saiu de casa para passar o dia com a amiga, no Alphaville. Mais tarde, ela foi atingida por um disparo que atingiu o nariz e saiu pela nuca.

A família da Cestari argumentou que o disparo foi acidental, porém, análise pericial mostrou que a amiga realmente puxou o gatilho para matar a garota.

O crime foi destaque no noticiário nacional e foi amplamente divulgado.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER