26 de Outubro de 2021, 19h:15 - A | A

Poderes / PARALISAÇÃO NA QUARTA

Mauro diz que Sintep “não trabalha” e que professores discordam de sindicato

O sindicato faz paralização de 24 horas cobrando o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores.

DAFFINY DELGADO
DA REDAÇÃO




O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), criticou na segunda-feira (25), a atitude do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) que anunciou paralisação de 24h nesta quarta-feira (27). Os sindicalistas cobram o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores de 2018, 2019 e 2020, atualização pelo INPC (Índice de Preço ao Consumidor) e recomposição da RGA para 2021, com as respectivas correções.

De acordo com o democrata, esse assunto já foi amplamente debatido. Além disso, ele destacou que a maioria dos educadores discordam do pensamento do sindicato.

"Esse tema já foi amplamente discutido. Existe uma lei federal e todo mundo sabe disso. O Sintep não trabalha, o sindicato são três pessoas ali que têm que estar à disposição e eles não têm que estar na sala de aula. Agora, os professores estão na sala”, disse.

“Eles (Sintep) não queriam que voltasse as aulas agora dia 18 e todos os professores voltaram. Então existe uma desassociação que existe entre o que o sindicato pensa e o que a grande maioria pensa", completou.

Aliada à paralisação, os profissionais da Educação também vão fazer um protesto, em frente da Assembleia Legislativa e ao Shopping Pantanal.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER