21 de Junho de 2022, 14h:44 - A | A

Poderes / COMISSÃO NA CÂMARA

Medeiros: CPI vai mostrar que Lula vendeu a Petrobras

A comissão investigará a política de preços adotada pela estatal para justificar o aumento nos preços dos combustíveis.

DAFFINY DELGADO
DO CONEXÃO PODER




O deputado federal José Medeiros (PL) defendeu nesta segunda-feira (20), a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Petrobras e a política de preços utilizada pela empresa para justificar os sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis no Brasil. Para ele, as investigações vão mostrar que o ex-presidente Lula (PT) vendeu a estatal.

Durante um evento em Manaus (AM) no último sábado (18), o presidente da República Jair Bolsonaro (PL) afirmou que encaminharia à Câmara um pedido para abertura da CPI. Durante a manhã de ontem, o presidente da Casa de Leis Arthur Lira se reuniu com a base aliada para estudar o assunto.

Na sessão, Medeiros explicou, durante uso da Tribuna, a importância da instalação da comissão. Segundo ele, o Brasil está passando por "minas" deixadas pela gestão do Partido dos Trabalhadores.

"O que o Brasil passa nesse momento, são as minas que o PT deixou. A Petrobras, eles estão falando toda hora aqui sobre privatização, o Lula privatizou a Petrobras. 70% dela está vendida e se hoje tem que atender acionistas, se hoje não pode mexer na política de preços é porque ela está privatizada, tem 30% só aí na mão do Estado que não pode nem mexer”, declarou.

“Infelizmente nós precisamos sim de uma CPI para mostrar ao Brasil quem tem culpa no cartório. Agora sobre ali naquela tribuna e fica naquela cantilena. Bem dizia mão santa, o PT quando não está roubando está mentindo e quando não está mentindo estão roubando. Infelizmente essa é a realidade”, emendou.

A abertura da CPI tem como objetivo apurar os impactos danosos ao país por conta das eventuais irregularidades no processo de definição de preço dos combustíveis, inclusive quanto aos benefícios corporativos envolvidos, que impactam nos custos.

O pedido é de autoria do líder do PL, Altineu Côrtes (RJ), e de outros deputados aliados do governo.

Assinaturas

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou nesta terça-feira (21) que tem 65 das 171 assinaturas necessárias para o requerimento de criação da CPI. Ele ainda destacou que deve conseguir ainda hoje, o restante das assinaturas necessárias para implantação da investigação.

Comente esta notícia

Marco Antonio Rodrigues 22/06/2022

Concordo com o Sr Celso Aparecido o caminho é esse vamos tornar nosso país mais sério, vamos educar nosso povo pois um país em que investi na educação seu povo é mais politizado e esclarecido

Celso aparecido dos Santos 21/06/2022

ESSA TURMA DO PT E SOCIALISTA DEVEM SER JULGADOS POR UM SUPREMO TRIBUNAL MILITAR E NÃO POR CPI HÁ TEMPO AINDA É SÓ BOLSONARO FAZER UM DECRETO DETERMINADO PRA ESSA SITUAÇÃO O POVO BRASILEIRO PRECISA SABER E NÃO PODE PAGAR O PREÇO,ISSO ESTÁ CHEIRANDO UMA GUERRA CIVIL NO BRASIL. VAMOS PRA CIMA DESSE POVO E TIRAR DOS PODERES....

Dr. César Grazzia 21/06/2022

Quem for contra a abertura da CPI está contra o POVO Brasileiro. Eu sempre defendi a PRIVATIZAÇÃO TOTAL desse câncer em fase terminal que acaba com o BRASIL e ainda diz que é nossa? Enfia ela aonde petistas gostam de enfiar crucifixo para agredir a fé alheia. Ser dono de cabide de emprego para estimular PIRÂMIDE FINANCEIRA, que, enquanto o TOPO Prospera, a base que são os CONSUMIDORES rui. é dar atestado de otario aos Brasileiros.

3 comentários

1 de 1


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER