30 de Julho de 2021, 09h:36 - A | A

Poderes / CONCORRENTES DE FACHADA

PF apura fraudes em contratos para serviços em UTIs covid em Cuiabá

A organização criminosa agiu com o esquema de 2019 a 2021. Empresas de fachada forneciam orçamentos falsos de procedimentos de compra emergencial, como se fossem concorrentes.

SILVIA DEVAUX
DA REDAÇÃO




O esquema revelado na Operação Curare, deflagrada na manhã desta sexta-feira (30) pela Polícia Federal, utilizava concorrentes de fachada para garantir as contratações emergenciais, feitas por conta da pandemia, sem a obrigatoriedade de licitar.

A organização criminosa agiu com o esquema de 2019 a 2021, nos serviços especializados em saúde para leitos de UTI exclusivos para o tratamento de pacientes com covid-19.

Essas empresas de fachada forneciam orçamentos falsos de procedimentos de compra emergencial, como se fossem concorrentes.

Leia também:

Secretário de Saúde é alvo da Polícia Federal 

Alvos da PF, secretários de Saúde e de Gestão de Cuiabá são afastados dos cargos

Foram contratados a realização de plantões médicos, disponibilização de profissionais de saúde, transporte de pacientes, sobreaviso de especialidades médicas, comodato de equipamentos de diagnóstico por imagem e outros.

Além da manutenção de serviços, dentro desse esquema fraudulento desmantelado pela PF também foram feitos pagamentos “indenizatórios”.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER