25 de Fevereiro de 2020, 09h:10 - A | A

Programas / VEJA NOMES AO SENADO

Bloco da esquerda tem deputados e secretário em disputa para ser candidato

As siglas querem unir forças, e com os nomes indicados por pesquisa, lançar candidato e suplentes ao Senado.

MÁRCIA MATOS
DA REDAÇÃO




Seis partidos de esquerda e centro-esquerda se unem para definir uma “chapa forte” para disputar candidatura ao Senado, em eleição suplementar.

Ao Conexão Poder, a chefe do Procon estadual, Gisela Simona, que é pré-candidata pelo PROS, detalha que a lista dos pré-candidatos inclui também: o deputado Max Russi (PSB), a ex-reitora Maria Lúcia Cavali (PCdoB), o secretário de meio Ambiente da Prefeitura de Cuiabá, José Stopa (PV), o deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade) e Sebastião Carlos (Rede). O PT, que fazia parte do grupo, saiu por determinação da executiva nacional até que seja definido um nome da sigla, no dia 8 de março.

“O objetivo é de tentar fortalecer o grupo e fazer uma candidatura só. Isso dá mais força para o projeto, já que a campanha é curta e assim a gente teria mais chance.  O critério é a pesquisa  para que mostre os três melhores nomes e assim seguir em sequência de cabeça de chapa, primeiro e segundo suplente”, comentou.

Com a indefinição do PT o grupo precisa se reunir novamente para definir se fará a pesquisa sem opção petista, ou se vai esperar até o dia 8 de março.

Questionada sobre o diferencial do candidato desse grupo, Gisela argumenta que esses partidos têm maior preocupação com as pessoas, do que com a economia ou infraestrutura.

“Temos aí um grupo mais próximo de causas sociais e do trabalhador, do servidor  público, como a questão do desemprego. Essas são situações que nos preocupam muito”, pontuou.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER