25 de Novembro de 2019, 13h:40 - A | A

Programas / ANÁLISE DE GESTÕES

Júlio: Emanuel surpreende e Mauro está sem sorte com Bolsonaro

Avaliação leva em conta o fato de Emanuel não ter sido gestor, antes de ser prefeito, e de Mauro não receber recursos esperados da União.

MÁRCIA MATOS
DA REDAÇÃO



Vice-presidente do Democratas em Mato Grosso e conselheiro político de lideranças de diversos partidos, o ex-governador Júlio Campos avalia, no Conexão Poder, as gestões do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e do governador Mauro Mendes (DEM) que o terceiro e o primeiro ano de ano de mandato. Para Júlio, o emedebista tem surpreendido na administração da Capital e o democrata não tem tido sorte quanto às verbas que dependem do Governo Federal.

“Acho que ele [Emanuel] está melhor do que nós esperávamos, porque o Emanuel Pinheiro sempre foi político de carreira. Foi vereador, foi deputado estadual e nunca tinha sido gestor, sequer ocupado uma secretaria de estado, com experiência administrativa; no entanto ele conseguiu fazer uma boa gestão”, avalia.

Já quanto ao governador, Júlio Campos destaca que Mauro Mendes “pegou o Estado em frangalhos” e comenta: “A situação econômica financeira de Mato Grosso deixada por Pedro taques (ex-governador) era uma calamidade total. Ele [Mauro Mendes] teve que se empenhar de corpo e alma, dia e noite para conseguir voltar e colocar Mato Grosso nos trilhos”, declara.

Para Júlio, a situação econômica do Estado só não está melhor porque o Governo do Estado tem enfrentado uma série de dificuldades quanto a repasses de recursos federais.

Na entrevista o democrata cita como exemplos, o repasse do Fundo de Exportações (FEX) que está há dois anos em atraso e a frustração da redução do repasse do lucro do leilão do pré-sal a Mato Grosso.

“Então isso aí atrapalha um pouco o andamento e o dinheiro do Governo não sobra praticamente nada, porque a folha de pagamento hoje é em torno R$500 e poucos milhões por mês, aí vem as dívidas que o Estado tem e as transferências para outros poderes que em Mato Grosso é uma transferência exagerada”, opinou.

Apesar dos entraves, o democrata avalia que o Governo vai bem e Mauro Mendes irá superar a crise no Estado.  

“Então o governador Mauro Mendes está indo muito bem. Acredito que ano que vem vamos ter mais reação”, concluiu.

Veja o vídeo:

 

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER