13 de Junho de 2020, 15h:02 - A | A

Repórter MT / ORDEM É MULTAR E PRENDER

Coronel diz que vai enquadrar quem descumprir toque de recolher em Cuiabá; veja vídeo

Ordem Pública terá 22 equipes e barreiras fixas e móveis da Capital.

DA REDAÇÃO



O secretário de Ordem Pública de Cuiabá, coronel Leovaldo Sales  afirmou que 22 equipes estarão fiscalizando e controlando a circulação de pessoas e veículos na Capital a partir da noite deste sábado (13). Os agentes de segurança têm permissão para multar e até prender quem descumprir o decreto toque de recolher que passa a valer a partir das 22h30.

Sales destacou que a multa inicial é de R$ 609, 00 e além de comércios pode ser aplicada a pessoas físicas também.

“Teremos barreiras fixas e móveis indo até locais denunciados e fazendo a contenção”, ressaltou.

O secretário pediu a colaboração da população e frisou que o objetivo não é penalizar e sim prevenir.

 Veja o vídeo:

 

Toque de recolher

A partir das 22h30, os moradores da Capital deverão estar em casa e só poderão sair às 5h do dia seguinte, quem for pego circulando dentro do período poderá ser advertido ou até mesmo detido.

Nesta semana, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) publicou o decreto 7.956 determinando a proibição de locomoção de qualquer pessoa entre às 22h30 às 5h, de 13 de junho até o dia 28. A medida foi adotada para tentar conter a disseminação do novo coronavírus (covid-19) na cidade que já registrou mais de 40 mortes causada pela doença, sendo que 27 ocorreram em uma semana.

De acordo com o decreto só será permitida a circulação de pessoas no horário de toque de recolher para acesso aos serviços essenciais - como compra de remédio, ir ao hospital -, comprovando a necessidade, e preferencialmente sem acompanhante. Está permitido também às pessoas que estão de partida ou retornam de viagens oriundas do Terminal Rodoviário de Cuiabá ou do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Durante esse período poderão funcionar - entre as 22h30 às 5h - estabelecimentos hospitalares; clínicas veterinárias, clínicas odontológicas e clínicas médicas em regime de emergência; farmácias e laboratórios; funerárias e serviços relacionados; serviço de segurança pública e privada; serviços de táxi e aplicativo de transporte individual remunerado de passageiros; profissionais da área fim da Saúde; servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Mobilidade Urbana e Ordem Pública, quando em pleno exercício da função; atividades inerentes a circulação de cargas de qualquer espécie que possam acarretar desabastecimento de gêneros necessários à população.

O prefeito determinou que apenas 20% da frota de ônibus do transporte coletivo circule à noite para atender exclusivamente os trabalhadores das áreas que poderão funcionar no período de toque de recolher.

Além disso, estabeleceu um novo horário de funcionamento dos bares e restaurantes que poderão atender de terça à domingo, das 11h às 15h para almoço e das 17h30 às 21h30 para jantar.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER