13 de Junho de 2020, 18h:09 - A | A

Repórter MT / COVID ENTRE OS PODERES

De governador a vereador; veja políticos infectados em MT

As autoridades, em maioria, tiveram quadros leves da doença, mas Adriano Silva não resistiu ao coronavírus e morreu

MAJU SOUZA
DA REDAÇÃO




O novo coronavírus demorou para chegar na esfera política, mas agora está presente e é crescente número de casos entre os poderes. Em Mato Grosso, o governador, deputados, vereadores, prefeitos e magistrados testaram positivo para covid-19. A doença chegou no Estado em meados de março, no entanto, apenas em maio os representantes do povo começaram a ser acometidos. 

O primeiro político em exercício a ser infectado no Estado foi o deputado estadual Paulo Araújo (PSDB), que no dia 13 de maio divulgou a notícia. Araújo realizou o tratamento em casa e está curado. 

No final do mês de maio, o governador Mauro Mendes (DEM) entrou em isolamento domiciliar para tratar seu quadro de covid-19 e, já está desinfectado. Mauro que teve quadro assitomático, explica que setratou com chá caseiro e ivermectina. A primeira-dama Vírginia Mendes testou negativo. 

Mendes foi liberado do isolamento no dia 12 de junho. Entretanto, dias antes de testar positivo, o governador esteve em uma reunião com gestores do interior do Estado, que acabaram contraindo a doença também. 

O prefeito de Nossa Senhora do Livramento, Silmar de Souza Gonçalves (DEM), o prefeito de Pontes e Lacerda, Alcino Barcelos (PRB) e o prefeito de Santa Rita do Trivelato, Egon Hoepers (PSD), testaram positivo para Sars-cov-2 e, seguem em isolamento domiciliar.

Além disso, no início da semana, os vereadores de Cuiabá, Orivaldo da Farmácia (PSDB) e Jucá do Guaraná (Avante) entraram para lista de infectados. Orivaldo segue com sintomas leves, tratando em sua casa, já Jucá do Guaraná está internado no hospital Amecor, na Capital. O quadro de Jucá está estável e ele vem evoluindo bem.

Neste sábado (13) o Poder Judiciário informou que três magistrados testaram positivo para o coronavírus e também 19 servidores. Os nomes foram mantidos em sigilo. A informação é de que todos têm quadro leve da doença. 

Entretanto, nem todas os casos foram de recuperação, no dia 3 de junho, o suplente de deputado estadual, presidente da Fapemat, professor Adriano Aparecido Silva, de 49 anos, morreu na luta contra a covid-19. Adriano muito conhecido em Cáceres (176 km da Capital), por sua atuação na Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), foi uma baixa sentida no staff do governador. 

Vale ressaltar que a doença não é exclusividade do alto escalão, secretários, assessores e servidores também acabaram infectados pelo coronavírus. 

As secretárias de Saúde de Paranatinga e Rondonópolis (373 km e 212 km da Capital respectivamente), contraíram a doença e seguem em isolamento. O secretário de Comunicação de Cuiabá e alguns servidores da pasta entraram para o números igualmente. 

 

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER