11 de Abril de 2020, 10h:31 - A | A

Repórter MT / ENTREVISTA NA CNN

Emanuel critica relaxamento geral e fala em multar comércio

O prefeito também falou que estuda decretar rodízio de veículos na Capital e toque de recolher em determinados bairros ou regiões.

MÁRCIA MATOS
DA REDAÇÃO



Em entrevista à rede de notícias CNN, na manhã deste sábado (11), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (DEM) afirmou que tem observado um relaxamento social demasiado, por parte da população e comerciantes e por isso deve ‘endurecer’ as medidas, nos próximos dias, para garantir o isolamento social, com o objetivo de minimizar o contágio da população pelo coronavírus. Uma das ações pode ser a multa a estabelecimentos que abrirem, sem a permissão da Prefeitura.

O prefeito considera essa medida ‘educativa’.

Emanuel também falou que estuda decretar rodízio de veículos na Capital e toque de recolher em determinados bairros ou regiões.

“Tem bairros de Cuiabá, que a população se comporta como se e stivesse de férias, fazendo festinhas. Esses bairros que eu já identifiquei e tenho monitorado pode ter toque de recolher, se necessário”, asseverou.

O prefeito considera as medidas como educativas.

“Estamos tentando conscientizar a população. Daqui para frente pode ser mais pedagógico. Alguns setores querem descredenciar  a gravidade da pandemia (...) Nos últimos cinco dias houve relaxamento generalizado e me preocupa bastante. Precisa ter mais engajamento da população”, criticou.

Questionado sobre a possibilidade do sistema de saúde ser insuficiente para atender os casos de coronavírus, Emanuel pontuou que esse fantasma assombra todo e Cuiabá não é diferente.

O prefeito destacou que a saúde da Capital está preparando 250 leitos de enfermaria e 109 leitos de UTI para pacientes infectados pelo novo coronavírus, que serão atendidos no Hospital Municipal São Benedito.

Veja a entrevista:

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER