27 de Março de 2020, 17h:01 - A | A

Repórter MT / COMBATE AO CORONAVÍRUS

Presidente da AL cobra ajuda de "feudais" do agronegócio de MT

Deputado Eduardo Botelho disse que está na hora dos "senhores feudais" ajudarem e Wilson Santos diz que doações são tímidas

ANDREIA FONTES
DA REDAÇÃO



Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho cobrou colaboração efetiva dos principais representantes do agronegócio no combate à proliferação do coronavírus e tratamento da população. “Agronegócio tem que mostrar a casa. Eles têm condições, têm que mostrar que querem participar e agora é a hora. O povo de Mato Grosso está olhando para vocês, senhores feudais. Vão deixar o provo aqui ou vão colocar as mãos aqui”.

O deputado Wilson Santos complementou dizendo que o setor do agronegócio está ganhando muito dinheiro e enquanto diversos artistas e atletas fazem grandes doações, aqui o povo é “cainha”. “Nós vamos acompanhar essas doações. Blairo Maggi anunciou junto com Eraí, grupo Scheffer e Bom Futuro, que se uniram para dar meia dúzia de leitos para Sapezal”, criticou.

O deputado Carlos Avalone interferiu e pediu para não entrarem na mesma linha do presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Dória, de confronto. E afirmou que os principais representantes do agronegócio estão sim fazendo doações. Citou 10 leitos de UTI equipados para o município de Sapezal e ainda a importação de diversos produtos. “Não é pouca coisa 10 leitos equipados em Sapezal. Não é pouca coisa um avião vindo da China com quatro mil uniformes para nossos profissionais da saúde. Não é pouca coisa 400 mil máscaras descartáveis, dois mil testes de coronavírus. E esse é o primeiro voo. Virão outros”.

Comente esta notícia



GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER