02 de Maio de 2022, 10h:20 - A | A

Programas / ASSISTA AQUI

Galvan: Não temos comida para tratar nosso povo por 3 semanas; culpada é a Otan

Embargo à comercialização de fertilizantes russos têm gerado crise alimentar no mundo, critica o presidente da Aprosoja Brasil

MÁRCIA MATOS
DO CONEXÃO PODER



Em entrevista ao Conexão Poder, o presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan (PTB), detonou o embargo feito pelos países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) à comercialização de fertilizantes da Rússia, o que segundo ele, além de aumentar preços para produtores e consumidores, tem gerado crise alimentar no mundial.

“Não temos estoque de grãos hoje para passar três semanas. Se parar hoje não colhe mais um quilo de nada, de soja, de milho, de trigo de cevada, arroz, feijão, nada. Nós não temos comida para tratar nosso povo por três semanas”, alertou.

Ao longo da entrevista ele cita que em alguns países já faltam produtos nas prateleiras de supermercados e o Brasil corre o risco de chegar nessa situação.

Leia também: Galvan: Apoio de Bolsonaro a WF não abala; população não está alienada

  “Se tem alguém culpado por falta de alimentos no mundo se chama países membros da Otan”, asseverou.

Ao Conexão Poder ele ainda critica o licenciamento ambiental brasileiro, que considera “o pior do mundo” e afirma que embargos a projetos que liberam produção e exploração, são muito mais econômicos do que ideológicos.

“Sempre utilizam esses mecanismos para querer justificar o ambiental (...) A população tem que ver que em copa de árvore não se produz nada”, ressaltou.

Veja o vídeo:

 

 

Assista a íntegra:

Comente esta notícia

Raquel 02/05/2022

Nossa que exagero!!! Comida tem,somente pessoas que vive do dinheiro do governo

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1


GRUPO ANDRÉ MICHELLS

Rua das Orquídeas, 247 Bosque da Saúde Cuiabá - MT 78050-010

(65)33583076

RepórterMT
G5 NEWS
CONEXÃO PODER